Categoria CCDIBC

porCCDIBC

CCDIBC faz agenda com grandes players na China

Missão liderada pelo presidente da CCDIBC, FABIO HU participa de grandes encontros com o governo, empresários e investidores

A China está no centro do interesse do mundo. E ter espaço neste momento global chinês é o desejo de todos os países. Com o Brasil não é diferente. Por isso a CCDIBC cumpriu agenda com importantes players chineses, desde governos e investidores, passando por empresas e centros tecnológicos. Nas cidades de PEQUIM, SHENZHEN, FUZHOU, ZHEIJIANG, DONGGUAN E XIAMEN.

Na agenda da missão foram feitas parcerias para novas rodadas de investimentos no Brasil, com encontros importantes com a direção do CHINA EXIM BANK – THE EXPORT-IMPORT BANK OF CHINA, tendo a frente o seu PRESIDENTE, YONGXIANG ZHANG, e seu SECRETÁRIO-GERAL, XUGUO WANG. O que permitirá a CCDIBC abrir para o Brasil novas oportunidades de negócios e crédito para projetos.

Outra grande parceria fechada é a participação, com exclusividade, no ITTC 2018, maior fórum de transferência de tecnologia transnacional da China, que será realizado em Pequim, em setembro. A CCDIBC terá um dia especial para promover novos negócios do Brasil, principalmente em inovação e tecnologia, para uma plateia presente no evento que reúne os maiores investidores da China. Este fórum faz parte da estratégia da Nova Rota da Seda – Belt and Roud.

Brasil na China

Outro importante acordo dará a CCDIBC a representação de projeto que pretende criar na China o primeiro centro de exposição do Brasil. Que ficará na região metropolitana de Pequim. Um investimento que mudará o contexto de relações comerciais, aproximando as empresas, governos e empreendedores dos dois países.

Para o presidente da CCDIBC é um passo importante esta nova dinâmica de negócios entre a China e o Brasil. “Esta missão foi estratégica. Conseguimos reunir empresários e representantes de governos no Brasil com figuras importantes da China. Num momento de muitos projetos e

novos investimentos. Nossa Câmara, mais uma vez, sai na frente”, explica Fabio Hu, que volta animado com este novo momento para as oportunidades e geração de divisas.

Para o vice-presidente da CCDIBC, ROBERTO LIAO, as perspectivas são as melhores. “Estamos avançando para grandes negócios e muitas formas de financiamento. O que falta no Brasil é projeto. E vamos organizar esta etapa, para abrir novos mercados”, afirma.

Para a secretária-geral da CCDIBC, ANDREIA WANG, as possibilidades e oportunidades estão dadas. “O Brasil tem tudo para ganhar e a China também. Vamos ser esta ponte, agora com mais estrutura e novos parceiros”, explica Wang, que é responsável pela parte China da CCDIBC.

Escritório em Pequim

Outra novidade fruto da missão foi à parceria para inauguração de novo escritório da CCDIBC em Pequim. Esta nova unidade será estratégica para atração de empresas e governos do Brasil. O diferencial de ter agentes preparados para prospectar e para organizar agendas bilaterais de negócios. Pesquisa de mercado e novos projetos.

Ainda em Pequim, o presidente da CCDIBC Fabio Hu teve importante agenda com o embaixador do Brasil na China, Marcos Caramuru de Paiva. Na pauta uma parceria para dar suporte para os dois países em negócios e eventos. O embaixador acha importante trabalhar com a CCDIBC, pois as possibilidades são muitas e quanto mais gente trabalhando melhor.

“O Brasil precisa de ajuda para promover seus negócios e a Câmara está à disposição do embaixador. Vamos fazer muitos trabalhos juntos”, afirma Fabio HU.

Foco no meio ambiente

Outro destaque da missão é a parceria para trazer usinas e caminhões de tratamento de lixo. Uma realidade das novas tecnologias chinesas. A CCDIBC representará uma fábrica de FUJIAN, a FUJIAN PAUL INVIRONMENTAIL ENERGY CO. “A questão das novas tecnologias em meio ambiente possuem, atualmente, condição de prioridade na China, com

liderança do presidente Xi Jiping. E caberá a esta nova parceria implementar este novo modelo de tratamento de lixo, o que favorecerá as políticas públicas e privadas para combater este problema”, afirma Fabio Hu, que atende com esta parceria uma demanda de muitas cidades brasileiras que buscam na CCDIBC formas de resolver o problema do lixo nas cidades do Brasil.

porCCDIBC

Assembleia do Espirito Santo avança na criação de Frente Parlamentar Rota do Desenvolvimento

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Erick Musso (PRB), recebeu o vice-presidente da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil – China (CCDIBC), Bruno Lachis, para definirem os pontos da formalização da Frente Parlamentar Rota do Desenvolvimento.

O objetivo da Frente Parlamentar será debater as ações da integração política empresarial com o comércio chinês por meio da Câmara. Dois escritórios, um no Espírito Santo e outro na China, serão instalados com a função de aproximar as instituições governamentais e também para facilitar os trâmites.

“Hoje demos um passo muito importante para a economia capixaba. A criação dessa Frente Parlamentar nos garante o estreitamento das relações com empresas chinesas que querem investir ao redor do mundo. Trazer essas empresas para qualquer município do Espírito Santo é muito importante, não só para a economia, mas também para a geração de empregos e o crescimento do nosso Estado em todo o mundo”, destaca Musso.

O vice-presidente Bruno falou da importância dessa aproximação Brasil e China: “as empresas chinesas interessadas em investir no Espírito Santo serão direcionadas a esse escritório em Pequim, onde receberão todo o suporte necessário para a articulação. Nosso Estado ganhará muito com isso e nós capixabas também”.

A criação da Frente Parlamentar tem o comando do deputado estadual Rafael Favatto (PEN) e o apoio do governo do Estado e da Associação dos Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes). A Assembleia criou uma Comissão Especial, composta de três membros, para, no prazo de 180 dias, analisar oportunidades e parcerias institucionais e comerciais entre o Estado e a China, visando apresentar as potencialidades de nossos municípios, discutir projetos, incentivar demandas institucionais e comerciais em parceria com Câmara de Comércio e Desenvolvimento Internacional Brasil-China.

Apoio estratégico

Na China em missão comercial, o presidente da CCDIBC felicitou a parceria. “O Espírito Santo é região excepcional para aportar novos investimentos chineses no Brasil. Esta Frente é estratégica para aproximar as relações entre o Brasil, o Estado e a China”, afirmou Fabio Hu, que parabeniza excelente trabalho feito pelo vice-Presidente Bruno Lachis.

Fonte: Assembleia do ES

porCCDIBC

Caetano Soares toma posse como novo Vice-Presidente da CCDIBC

Empresário lidera nova gestão da câmara chinesa na região Norte do País

A China virou o foco de empresas, governos e empreendedores. Mas como aproveitar as oportunidades e se tornar parceiro da economia que mais cresce no mundo? E maior parceiro comercial do Brasil? De trajetória visionária para novos negócios, o empresário CAETANO SOARES PINTO liderará na região Norte esta nova fase de parceria com a China.

A Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China (CCDIBC), com sede em São Paulo, convidou Caetano para liderar um processo de regionalização do foco de investimentos chineses. E em função de sua larga experiência e trajetória de inovação, a câmara deu posse de VICE-PRESIDENTE NACIONAL. A cerimonia foi comandada pelo presidente da CCDIBC, Fábio Hu.

US$ 3 bilhões

Vale destacar que a CCDIBC representa o fundo do grupo Huayang, um dos maiores conglomerados empresariais da China – que mereceu destaque em matéria no Jornal Valor Econômico. A parceria envolve a CCDIBC representar o fundo no Brasil para apresentar projetos de empresas públicas e privadas. O grupo Huayang, como destaca a matéria, disponibilizou cerca US$ 3 bilhões para o Brasil.

“Nosso objetivo é nomear pessoas competentes e inovadoras, com vasta experiência de negócios no Brasil. E por isso escolhemos Caetano e estamos muito felizes com essa nomeação”, explica Fabio Hu, presidente da CCDIBC.

“O Brasil, principalmente a região Norte, com destaque para o Amapá e o Para, são as portas de entrada para novos investimentos chineses. E vamos buscar estas oportunidades com um bom trabalho. Focado em resultados”, afirma Caetano, que organiza uma agenda de aproximação com a China, que envolverá eventos e muitos negócios.

O objetivo é focar na região, que para a CCDIBC conta com muitas oportunidades e que está em acordo com o planejamento da gestão Xi Jiping, presidente da China, em promover e regionalizar os negócios entre os dois países.

investimentos

A China investiu US$ 20,9 bilhões no Brasil em 2017, maior valor desde 2010 uma vez que a recessão ajudou a reduzir os preços de ativos e atraiu investidores, de acordo com o Ministério do Planejamento brasileiro.

Os dados apontam que 2017 foi o segundo melhor ano dos investimentos chineses no Brasil. Entre anunciados e confirmados, a China se envolveu em 250 projetos no Brasil no período de 2003 a 2017 com valores totais de US$ 123,9 bilhões. Destes, 93 projetos foram confirmados, totalizando US$ 53,5 bilhões.

CAETANO SOARES PINTO

Natural de Palmeira dos Índios, no Estado de Alagoas, Caetano Soares Pinto esteve pela primeira vez no Amapá em 1992. De lá pra cá foram muitas idas e vinda até fixar residência em 2009, quando instalou representação de multinacional do ramo náutico. Foi da direção de grandes grupos de comunicação, como o SBT-RJ, TV Itapoan-BA e TV Bandeirantes-Rio. Trabalhou como chefe de gabinete e assessor especial da Presidência na empresa CODESA – Companhia Docas do Espírito Santo.

 

Publicação Recomendada:

Parceria da CCDIBC com Fundo Chinês é destaque no Valor Econômico

http://brasilchina.org.br/2017/11/06/parceria-da-ccdibc-com-fundo-chines-e-destaque-no-valor-economico/

porCCDIBC

CCDIBC lança nova plataforma de associação e acesso à China

Associados terão tratamento diferenciado e ações serão focadas na geração de resultados

A China tornou-se um dos mais importantes players mundiais. E a cada ano essa importância aumenta MAIS. Essa nova demanda também impacta no trabalho da CCDIBC.

A partir de abril, a CCDIBC, que reúne cerca de dois mil associados na China, passará a atender, de forma preferencial, seus associados no Brasil.

Aqui no Brasil, a CCDIBC tem parcerias com autoridades das três esferas de poder, além de amplos contatos com associações e empresas dos mais variados setores.

Promovendo missões, eventos, reuniões, acordos de cooperação e muitos negócios.

Para ter acesso a esta estrutura, a CCDIBC oferece a seus associados um apoio estratégico para realizar seu negócio ou satisfazer seu objetivo de parcerias com a China.

“Em função da grande procura, a Câmara precisa focar em seus associados ou em quem deseja se associar”, explica Hu, que preside a CCDIBC.

 

NOVA POLITICA DE SÓCIOS  

A partir de abril, a CCDIBC aceitará novos associados no Brasil. Para se associar as empresas precisam conhecer os serviços oferecidos e fazer inscrição de filiação. A taxa anual semestral é de R$ 500,00. E a anual de R$ 700,00.

Para quem não for associado e deseja apenas uma primeira reunião, a CCDIBC cobrará R$ 200,00 (até uma hora de encontro).

“A grande demanda da China por novos negócios exige um novo formato de trabalho. Precisamos focar nas empresas que querem, de fato, fazer negócios, que possuem projetos ou que queiram novas parcerias para seus negócios”, conclui Hu.

A secretaria da CCDIBC está à disposição para esclarecer dúvidas.

Para representação ou abertura de escritório os interessados devem entrar em contato com a CCDIBC

porCCDIBC

A CCDIBC visita a União das Cidades do Estado de São Paulo

No dia 16 de fevereiro de 2018, o primeiro dia do ano novo chinês, o Presidente da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China, Sr. Fabio Hu visitou a União das Cidades do Estado de São Paulo para discutir os assuntos para explorar o mercado chinês.

Na tarde do mesmo dia, o presidente da CCDIBC, Sr. Fabio Hu, e o vice – presidente Sr. Liao, secretário – geral da CCDIBC, Sr. Felipe Zhuo visitaram a sede da União das Cidades do Estado de São Paulo em Itaim Bibi, o grupo foi recebido pelo atual presidente da União, prefeito de Campinas, Sr. Carlos, os prefeitos de Sorocaba e Porto Feliz e ex – presidente da União de indústria e comércio do Estado de São Paulo, Sr. Paulo, o CEO da organização Mason, Sr. Alexandre, ambos discutiram sobre  projeto de conexão e desenvolvimento econômico e comercial entre o Brasil e a China.

O Presidente da CCDIBC, Sr. Fabio Hu, disse que a China atualmente é a maior parceiro comercial do Brasil, e a China esta promovendo a iniciativa estratégica de “Uma Cintura, Um Caminho”, que incentiva empresas chinesas a sair da China e realizarem investimentos no exterior, com a esperança de que o desenvolvimento da China traga empresas chinesas de tecnologia de excelência e introdução de capital e novos produtos para o Brasil. Atualmente, a CCDIBC firmou a parceria com o Grupo de Fundo de Investimentos Huayang e o Banco de Desenvolvimento da China para realizar projetos de infra – estruturas no Brasil. A CCDIBC é responsável pela pré – seleção de projetos de investimento no Brasil, espera que o Estado de são Paulo pode oferecer mais opções de projetos de investimento, trazendo mais investimentos de empresas chinesas ao Brasil.

O presidente da União das Cidades do Estados de São Paulo, Sr. Carlos fez uma breve apresentação, ele ressaltou que a União conta atualmente com o apoio de mais de 600 cidades do Estado de São Paulo, ela desempenha um papel muito importante para todo o Brasil, o estado de são Paulo ocupa um terço do PIB do Brasil inteiro, por isso, também é importante para toda a América do Sul, São Paulo é a principal região industrial da área de desenvolvimento, e também o desenvolvimento da agricultura e pecuária.Cada cidade do Estado tem sua própria característica de desenvolvimento, que possui polo tecnológico e zonas francas. São Paulo é vanguarda no desenvolvimento de tecnologia avançada, ensino superior de qualidade e desenvolvimento de novas fontes de energia, etc. Atualmente, todas as cidades têm muitos projetos de desenvolvimento nas agendas, A União quer firmar a relação de amizade com a CCDIBC, e explorar junto com a CCDIBC os potenciais do mercado chinês.

Participaram da reunião, os prefeitos de Porto Feliz e de Sorocaba, representantes da União da Industria e Comercial do Estado de São Paulo, o CEO da Organização Mason, todos eles manifestaram a vontade de cooperar com a China. O presidente da CCDIBC, Sr. Carlos confirmou que, em abril deste ano, sera realizada na cidade de são Paulo, o congresso anual da união das cidades do Estado de São Paulo, vai lançar oficialmente o relatório de desenvolvimento da China e uma série de produtos de viagem para a China, que vai organizar grupo de prefeitos para viajar a China para realizar a aprendizagem.

porCCDIBC

A CCDIBC organizada festa de confraternização para celebrar o ano novo lunar chinês

No dia 16 de fevereiro de 2018, o primeiro dia do calendario lunar do ano novo chinês, a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China organizou uma festa de confraternização para celebrar o ano novo lunar no Restaurante Chi Fu no bairro da Liberdade em São Paulo, mais de 30 convidados, entre eles advogados, políticos, juristas, comerciantes participaram da festa.

O Presidente da CCDIBC, Sr. Fabio Hu fez um discurso durante a festa.ele disse que, nos últimos 20 anos, a CCDIBC teve o apoio dos políticos, juristas, mídia, educação, medicos e varias empresas do ramo de indústria e comércio do Brasil, para promover a cooperação económica e comercial entre a China e o Brasil, teve o indispensavel apoio dos presentes convidados, Sr. Fabio Hu agradeceu os amigos presentes e todos os membros da CCDIBC. O Presidente ressaltou que a China está promovendo a estratégia de “Uma Cintura, Um Caminho” , O Brasil é também um país que esta englobado nessa estrategia, aproveitando o forte apoio da China e a confiança das varias entidades tanto Brasileiras quanto chinesas para firmar cooperação económica e comercial entre os dois países, obtendo cartas de a procuração de muitas entidades governamentais para representar e atrair investimentos mediante as empresas e entidades chinesas. Durante o ano novo, a Câmara irá reforçar e promover ainda mais a cooperação económica e comercial entre a China e o Brasil, contribuindo para o desenvolvimento de amizade e cooperação comercial entre os dois países.

O CEO da Associação Brasileira de Mason, Sr. Alexandre, disse que a CCDIBC fez grande contribuição para o desenvolvimento das relações entre o Brasil e a China, ele gosta de fazer amigos com os chineses, espera que a CCDIBC sirva como a plataforma para a criação de mais oportunidades de cooperação entre o Brasil e a China. O famoso advogado brasileiro, Sr. Paulo Eduardo disse que, há mais de vinte anos, ele viu a transformação das relações entre o Brasil e a China, a China tornou – se a segunda maior economia do mundo, a China atualmente é a maior parceiro comercial do Brasil, ele também é advogado de vários projetos de cooperação comercial entre os dois países, essa cooperação está continuando a crescer e mais ampla. Ele espera que a Câmara pode atrair mais investidores de excelencia, ele está disposto a fornecer serviços de alta qualidade para projetos de cooperação entre os dois paises.

Também participaram da festa, os representantes da presidência da união de cidades do Estado de São Paulo, o prefeito de Sorocaba, o desembargador do Estado de São Paulo, o representante do Partido Socialista Democrático, o Vice-Presidente da União de jornalistas, o médico renomado do Estado de São Paulo.

porCCDIBC

Empresário Levi Martins toma posse como novo Vice-Presidente da CCDIBC

Em cerimônia ocorrida hoje (21), em São Paulo, a CCDIBC deu posse ao seu mais novo vice-presidente, o empresário Sr. Levi Martins. O objetivo é focar na região Nordeste, que para a CCDIBC conta com muitas oportunidades e que está em acordo com o planejamento da gestão Xi Jiping, presidente da China, em promover e regionalizar os negócios entre os dois países.

Para o presidente da CCDIBC, esta parceria é fundamental para dinamizar os negócios. “Esta nova vice-presidência terá um papel importante no desenvolvimento desta Câmara nos Estados da região Nordeste. E os resultados serão vistos brevemente, pois a China tem muitos recursos e deseja bons projetos”, afirma o Sr. Fabio Hu.

A seguir veja uma pequena entrevista feita ao novo vice-presidente Levi Martins dos Santos, brasileiro, sociólogo especialista em ciências políticas, empresário,  com uma longa carreira no meio político e empresarial.

Qual a sua missão?
Minha missão é articular investimentos para gerar oportunidades para os setores publico e privado e vializar o crescimento socioeconômico nos mais diversos setores.

Por onde pretende começar?
Quero dar uma atenção especial ao nordeste do Brasil, é uma região com quase 60 milhoes de habitantes, com um PIB de mais 800 bilhoes de reais e que tem um potencial incrível para crescer. Vou conversar com governadores, prefeitos, politicos e empresários, federações da indústria e todos aqueles interessados em crescer juntos.

Qual a sua visão sobre o papel da Câmara no Brasil?
A China é o maior parceiro economico do Brasil, bem a frente dos demais, e a Câmara de Comércio e Desenvolvimento Internacional Brasil-China é um dos canais mais importantes nessa relação, isto porque ela  representa fundos chineses de investimentos e atua na intermediação deses recursos visando a expansão empresarial no Brasil novas fábricas e também em concessões públicas, PPPs e obras publicas em geral nas mais diversas áreas.

Quais os diferenciais desses investimentos?
Os juros praticados são com base nos juros internacionais, ou seja abaixo dos juros praticados no Brasil, e uma marca muito interessante dos chineses é que eles são rápidos, enquanto no Brasil um projeto pode levar até 2 anos para ser decidido, na Câmara a tramitação e decisão leva entre 1 a 3 meses.

 

 

Publicação Recomendada:

Parceria da CCDIBC com Fundo Chinês é destaque no Valor Econômico
http://brasilchina.org.br/2017/11/06/parceria-da-ccdibc-com-fundo-chines-e-destaque-no-valor-economico/

porCCDIBC

Empresário chinês visita Cariacica e cidades podem fechar parceria

Juninho e o empresário aproveitaram o encontro para estreitar laços comerciais e avançar numa parceria que una Cariacica e Fuyang como cidades irmãs

Buscando ampliar os investimentos internacionais no município, o prefeito de Cariacica, Juninho (PPS), recebeu nesta quarta-feira (7) a visita do empresário chinês Ying Dadong, presidente da empresa Shenzen Car Owners Media Network Tecnology Co. LTD, localizada na província de Fuyang.

Juninho e o empresário aproveitaram o encontro para estreitar laços comerciais e avançar numa parceria que una Cariacica e Fuyang como cidades irmãs. Segundo o empresário, a cidade é forte na produção de carvão, têxtil, metalúrgica, eletricidade e de produtos agrícolas.

Dadong, que veio ao Brasil representando o governo de sua cidade, se mostrou satisfeito com a recepção encontrada no município capixaba e, através de um intérprete, disse que levará todas as informações colhidas durante a viagem para as autoridades locais.

Uma das atividades realizadas pelo empresário durante o dia foi a visita ao espaço logístico do Grupo Terca, onde funcionará o Centro de Distribuição da Zona Franca. Esta é a quarta missão que aproxima Cariacica e China nos últimos anos, fato comemorado por Juninho.

“Vemos como uma oportunidade, mas sabemos que nossa cidade se preparou nos últimos anos para absorver a capacidade e interesse de investimento dos chineses. Eles buscam competitividade e transparência nas relações comerciais e nossa cidade oferece isso aliado a fatores como posicionamento estratégico, capacidade de operação logística, empresas e mão-de-obra qualificadas e espaço geográfico para crescimento, enquanto Cariacica seria beneficiada com investimentos que gerariam empregos e desenvolvimento econômico e social para a população”, avaliou.

Frente Parlamentar

Juninho aproveitou o encontro para assinar e protocolar, junto à Assembleia Legislativa, Legislativa documento para a criação de uma frente parlamentar para cuidar das relações com a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China – CCDIBC, mediadora da reunião.

Para a assinatura estavam presentes a comitiva da CCDIBC, além dos deputados estaduais Janete de Sá e Sandro Locutor, que assumiram compromisso de dar andamento ao documento na Casa de Leis.

porCCDIBC

A CCDIBC VISITA A EMPRESA CHINESA GAOJIE LOGÍSTICA INTERNACIONAL

No dia 10 de setembro de 2017, os membros da CCDIBC visitaram a empresa chinesa Gao Jie Logística, o CEO da empresa acompanhou a visita da CCDIBC junto com os outros cinco líderes da empresa.

Na sala de reuniões da Gao Jie Logística, o gerente comercial da empresa fez uma breve introdução sobre a história de desenvolvimento da empresa e o modelo de negócios, a alta agilidade logística e outros detalhes.

O Brasil é o produtor lider de cana-de-açúcar, café, laranja, milho, frango, carne bovina, tabaco, soja e outros produtos agrícolas. Possui grandes produtores e exportadores. A CCDIBC precisa buscar uma empresa logística local que oferece estabilidade e eficiência na importação de produtos agrícolas do Brasil, expressando seu desejo em buscar fortalecer ainda mais o comércio de importação e exportação entre os dois países.

Durante a reunião, os dois lados discutiram sobre os aspectos como desembaraço aduaneiro, armazenagem, transporte e outros, também trocaram ideias sobre o e-commerce e comercio virtual transfronteiras, o modo de operação de importação e exportação entre a China e o Brasil. O Presidente da empresa, Sr. Gao Meng apresentou a delegação, que a empresa possui agilidade logística no país para o desembaraço aduaneiro, foi primeira empresa chinesa que forneceu o serviço desembaraço aduaneiro entre Hong Kong e China.  A empresa possui bastante experiência na indústria de serviços, profissionais e pessoais para desembaraço aduaneiro de bens, prestação transfronteiriça de serviços e fornecedores de armazém, e também possui anos de cooperação com as companhias aéreas a empresa de , seja no transporte, armazenagem e desembaraço de importação no Brasil, que permite ao cliente produtos com entrega rápida, eficiente e rapidez.

Durante 2 horas de reunião, a CCDIBC expressou seu desejo em aprofundar a cooperação logística de importação e exportação entre a China e o Brasil.

Participaram das atividades de visita, a Sra. Teresa Jesus, o presidente da CCDIBC Sr. Fabio Hu, a secretaria da CCDIBC Wang Ying, o diretor de comunicação da CCDIBC Sr. Daniel Castro, entre outros.