Categoria Destaques

porCCDIBC

China investe R$ 35 bi no país e consultores preveem mais aportes

Os investimentos chineses no Brasil, de janeiro a outubro deste ano, movimentaram ao menos US$ 10,84 bilhões (R$ 35,3 bilhões. na cotação atual), aponta a consultoria Dealogic. As aquisições feitas por empresas chinesas saltaram de 6, no ano passado, para 17 —e vão crescer ainda mais, estimam analistas que assessoram a entrada das empresas.

A percepção entre eles é que o país viverá uma segunda onda de aportes chineses a partir de 2018, com a chegada de novas companhias de grande porte e uma maior diversificação.

Ao menos dez grandes empresas já estão em estágios avançados para entrar no país, em áreas como energias renováveis, ferrovias, portos, mineração e papel e celulose, segundo Daniel Lau, sócio-diretor da KPMG.

“Muitas empresas começaram a analisar o mercado há cinco anos e foram amadurecendo sua visão. Hoje, as perguntas que nos fazem não são mais básicas, já conhecem os entraves regulatórios, as diferenças fiscais dos Estados, os atrativos de cada região.”

No caso de ferrovias e portos, a entrada dessas companhias já deverá ocorrer no primeiro semestre, com a realização de leilões do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) —no caso do Ferrogrão, um consórcio formado por empresas chinesas já teria se organizado.

Operações de menor porte, em setores como saúde, logística, agronegócio e telecomunicações também vão se acelerar, diz Eduardo Centola, sócio do banco Modal.

“Essa segunda leva vai se intensificar a partir de 2018. A primeira, que teve muito apoio do governo chinês, mostrou que o mercado brasileiro é seguro e abriu caminho para outras virem.”

A incerteza em torno das eleições de 2018 não afetará o processo, avalia Centola. “Na visão deles, dentro de 20 anos, isso não vai fazer diferença.”

O perfil dos investimentos, porém, tem mudado, e os empresários se tornaram mais criteriosos na hora das compras, segundo Lau.

“Não há mais tanto interesse por ativos baratos. Nove em cada vez interessados buscam empresas de grande porte com geração de caixa positiva, mesmo que tenham que pagar mais por isso.”

Há uma maior diversificação dos aportes, o que reduziu o tíquete médio das aquisições, já não tão focadas apenas em infraestrutura.

Parte das operações, no entanto, não teve o seu valor aberto, o que dificulta a comparação anual.

Aos aportes em aquisições somam-se ainda os investimentos em projetos novos, que têm crescido tanto por parte de companhias entrantes como daquelas já estabelecidas, afirma Centola.

É o caso, por exemplo, da China Three Gorges, que após dois anos de compras, se tornou a segunda maior geradora privada de energia do Brasil no ano passado.

“Outras aquisições não são o foco no momento. A prioridade serão novos projetos e a modernização do que já adquirimos”, diz Li Yinsheng, presidente no Brasil do grupo, que planeja investir ao menos R$ 3 bilhões nos próximos dez anos em melhorias de eficiência nas usinas compradas.

A empresa também avalia projetos de geração solar, mas os investimentos dependerão de oportunidades, diz.

A BYD, do setor automotivo e de energia renovável, também planeja acelerar seus aportes. Neste ano, foram R$ 250 milhões alocados na expansão de uma fábrica e na construção de outra.

“Em 2018, vamos construir mais uma planta, de baterias para veículos elétricos”, diz o diretor Adalberto Maluf.

Em um prazo um pouco maior, devem entrar novos grupos em projetos de usinas solares, eólicas e a biomassa. Até agora, não há expectativa de que participem dos leilões de geração previstos para o início de 2018, diz Lau.

porCCDIBC

Encerrada a 30ª Cúpula da União Africana

Foi encerrada nesta segunda-feira (29) a 30ª Cúpula da União Africana (UA) na sua sede em Adis Abeba, capital da Etiópia.

Durante a cúpula, os estados-membros conversaram sobre a corrupção no continente e as medidas para lutar contra essa situação. Foi inaugurado, na ocasião, o único mercado de transporte aéreo. Os participantes da reunião reiteram também a importância de combate junto contra terrorismo.

Na cerimônia de encerramento da Cúpula, o novo presidente rotativo da UA e presidente da Ruanda, Paul Kagame, apontou que as decisões feitas na Cúpula são importantes, e que beneficiam a realização das metas de desenvolvimento da África em curto, médio e longo prazo, promovendo a prosperidade do continente. Kagame indicou que os países africanos devem suportar um ao outro e falar em uma única voz.

O presidente da Comissão da UA, Moussa Faki, sublinhou, por outra vez, a importância da anticorrupção no seu discurso de fechamento, apontando que o assunto deve ser preocupação de todos. De acordo com Faki, a 30ª Cúpula da UA negociou em foco as questões sobre a zona de comércio livre da África, livre migração dos africanos, e livre fluxo de mercadorias.

A 30ª Cúpula da UA durou do dia 22 de janeiro ao dia 29, com o tema “Vencendo a luta contra a corrupção: Um caminho sustentável de transformação para África”.

porCCDIBC

PREFEITURA E CÂMARA INTERNACIONAL DA CHINA ASSINAM ACORDO PARA INVESTIMENTOS EM FOZ

Na manhã desta sexta-feira (12), o prefeito Chico Brasileiro e o presidente da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China (CCDIBC), Fabio Hu, assinaram um termo de parceria que prevê a captação de recursos para a construção de obras estratégicas em Foz do Iguaçu.
 
De acordo com a carta de intenção e parceria, os investimentos serão aplicados na duplicação da BR-469, na construção e projetos do Parque Linear M’Boicy, na Perimetral Leste e do Centro Cívico.
 
Durante o encontro, Chico Brasileiro reafirmou o compromisso da atual gestão em buscar o progresso da cidade: “Nós continuamos buscando parcerias com organismos internacionais para viabilizar projetos estratégicos para a nossa cidade que vão contribuir com o desenvolvimento de Foz nos próximos 20 anos”, disse.
 
Brasileiro ainda reafirmou a importância das parcerias com outras entidades. “No Boicy, por exemplo, estamos trabalhando em parceria com universidades, ONG’s do Meio Ambiente, Itaipu, PTI, ou seja, um conjunto de esforços para viabilizarmos a revitalização do Rio Boicy”, concluiu.
 
O vice-prefeito, Nilton Bobato e o diretor superintendente do FOZHABITA, Eduardo Teixeira, participaram ativamente para que o acordo pudesse ser realizado.
 
Fabio Hu, pontuou sobre o investimento em Foz: “A China vem crescendo muito, a tendência é atrair mais investimento para o Brasil, especialmente em Foz do Iguaçu que é uma cidade geograficamente e culturalmente estratégica”, disse.
 
Alexandre Baltazzar, representante da Uniamérica, destacou o modelo republicano que atual gestão municipal tem exercido na relação com as universidades: “Nós temos um nível de governança hoje acontecendo na cidade que a universidade está conseguindo exercer o seu real papel, oferecendo soluções reais e factíveis para os problemas urbanos”, afirmou.
 
PRESENÇAS
 
Também participaram da reunião o vice-prefeito, Nilton Bobato; o secretário municipal de planejamento, Elsidio Cavalcanti; o diretor superintendente do FOZHABITA, Eduardo Teixeira, além de outros membros da comissão chinesa e servidores do município.

Mais fotos dessa matéria em: https://goo.gl/8Tfgtk

porCCDIBC

Câmara de Comércio de desenvolvimento Internacional Brasil-China na promoção dos investimentos

Na manhã do dia 3 de junho de 2014, a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China, a principal organizadora promoveu no distrito de Hongqiao, cidade de Tianjin, um evento que visa atrair investimentos entitulado” Câmara de Comércio de desenvolvimento Internacional Brasil-China na promoção dos investimentos”. O evento foi realizado no edifício verde em Tianjin, que é a cidade na qual a indústria e energia sustentável servem como base de inovação e crescimento. Presidente da Câmara de Comércio, Sr. Hu Zhongwei, o representante da China, o senhor Yang Yuelong, e ochefe da Associação Econômica e Comércio Exterior, ,Sun Jinhai, os dirigentes da Comissão da Ciência e Tecnologia do distrito de Hongqiaoem Tianjin e os líderes empresariais, e quase todos os representantes dos 30 empresários ao redor participaram da reunião. O evento foca nos esforços para promover o comércio regional e desenvolvimento econômico, a fim de promover as empresasda área do distrito de Hongqiaoem Tianjin no sentido de aumentar a cooperação econômica da região com o Brasil no intuito de aumentar os fluxos comerciais com a América do Sul.

Durarnte o encontro, Sr. Hu Zhongwei e o presidente e diretor Yang Yuelongderam palestras sobre a apresentação da Câmara no âmbito de promover o processo de desenvolvimento econômico e social entres a China e o Brasil e os principais resultados obtidos em vários campos desde o estabelecimento, com foco na Câmara de Comércio de construção de recursos de informação que atua como uma espécie de plataforma na promoção das relações bilaterais entre a China e o Brasil, além de cooperação em investimento, em negociações comerciais, as negociações do projeto do empreendimento, intercâmbios estudantis, culturais e o turismo entre os dois países. O presidente da Associação de Promoção da Economia e Comércio Exterior da cidade de Tianjin, senhor Sun Jinhai, ressaltou que irá fornecer uma gama completa de serviços de apoio, e cooperação para a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China.

Durante o evento, o presidente da Câmara, Sr. Hu Zhongweifez uma breve apresentação sobre as principais áreas de cooperação entre os dois países e a situação atual da oferta e da procura no Brasil, e também respondeu as perguntas dos representantes das empresas participantes sobre questões de interesse para ambos países, e discutiram com profundidade os tópicos como estabelecer um modelo de negócios estável, o mecanismo de cooperação de longo entre os dois países.

A empresa chinesa “Heng Li Mei” que oferece habitação integrada vai entrar no Brasil e no Paraguai (14)

Na manhã do dia 21 de Fevereiro “, Heng Li Mei ” Chuzhou sala verde base de produção integrada na América do Sul Câmara de Comércio Consultor Comunidade Mr. Zhang Zheng, Baxi Ba Câmara de Presidente de Honra do Desenvolvimento Internacional (em nome do presidente Hu Zhongwei), Iguassu Cidade Mr. Ren Suguo gabinete de ligação do governo em Xiamen calendário nome de suas respectivas organizações e “Hengli EUA” Housing Chuzhou Integrado bases de produção: empresa verde Bernese materiais de construção assinado um novo acordo de distribuição. Olympics Brasil vai pedir 10 milhões de unidades antes de pedir Paraguai 20.000 unidades.

Câmara de Comércio para o Desenvolvimento Internacional encomendado pelo governo brasileiro para realizar uma pesquisa para o país sul-americano de residência para as pessoas, “Sala de civis” na China, depois de comparar mais de dois anos de estudo e de inúmeros fabricantes, otimizado para as necessidades do “Hengli US” integração da marca brasileira habitação (sala de actividades) está atualmente trabalhando para melhorar uma variedade de testes, a sala de modelo em breve será enviado para o Brasil, congratulou-se com o governo e empresas brasileiras de construção civil com a Câmara de Comércio de Agências de Desenvolvimento Internacional.

“Hengli America” favo de mel integrado quarto placa da parede como o principal material de construção, tomar estrutura leve de aço, o isolamento térmico, à prova de fogo, impermeável, leve, de alta resistência, corrosão corrosão, vento e, custo-benefício, a bela aparência sísmica, duráveis, de qualidade diversas, unidades flexíveis, logística e características de desempenho convenientes com excelente desempenho. Quer se trate de projectos de contratos públicos ou de demanda do mercado imobiliário no Brasil, Paraguai e outros países sul-americanos têm perspectivas de aplicação ampla.

“Hengli America” Integrated Habitação tem uma forte capacidade de produção, design e construção. A empresa tem oito patentes nacionais, de acordo com a autoridade do Estado Chaxinbaogao tecnologia de exibição, a tecnologia mais importantes do mundo. A empresa comprometeu-se um governo de grande escala projeta Anju na África do Sul, Filipinas e outros países de experiência bem sucedida. Empresa em Xiamen, Zhejiang, Anhui tem uma base de produção. Linhas modernas de produção e um total de mais de dez milhões de metros quadrados de instalações industriais padrão, com a produção anual de cerca de dez milhões de metros quadrados de gesso e outros materiais de apoio, recursos abrangentes. Todos os materiais de grau de mais do que 95%, a velocidade média de uma casa, durante três dias, pré-integrados para garantir o progresso da construção. Ao mesmo tempo, a normalização da produção, mas também para garantir a qualidade da instalação modular para cada conjunto da casa. O formaldeído é zero, limites de radionuclídeos apenas décimo padrão, todos os materiais de construção verde integrados estão estritamente de acordo com a seleção de requisitos regulatórios. Certifique-se de uma vida saudável, segura e confortável. Use torneira da cozinha, usando novos produtos patenteados, a taxa de poupança de água pode chegar a 63%. Vento 12, pode suportar a alta tufão força, a vida de projeto de mais de 30 anos, sísmicos 8 graus. Além disso, a empresa também introduziu menu de serviço, diferentes níveis, com base nas necessidades do cliente, design e estilo em uma variedade de unidades. Nós preparamos uma variedade de materiais e equipamentos para os clientes a liberdade individual de escolha. Tais como: sistemas de energia solar, sistemas solares de água quente, para os sistemas de temperatura e umidade originais. O baixo teor de carbono, verde, proteção ambiental, economia de energia, idéias de economia de água, tecnologias, integração de produtos. Dedicação para você é espaço de vida acessível. Verdadeiramente: O dinheiro improvisado para apreciar o sabor de moradias de alto grau. Atingir um ideal comum da humanidade para uma melhor qualidade de vida!

China terá o melhor design, melhores materiais verdes, o ambiente de vida mais confortável, levando habitação integrada do mundo dedicada ao povo brasileiro!

Selecione Hengli América: para sempre, beneficiar o mundo!

porCCDIBC

CCDIBC assina um acordo amigável com a delegação da província de Anhui

No dia 14 de fevereiro, a delegação da província de Anhui, chegou a São Paulo para uma visita oficial, os membros da delegação reuniram com os dirigentes da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China, os dois lados assinaram um acordo de amizade.

A delegação da província de Anhui, liderada pelo vice diretor dos Assuntos de Imigrantes Chineses no Exterior Ren Huangying, visitou a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China, e foi recebida pelo presidente da Câmara, o Sr. Hu Zhongwei, e o secretário Frank Sun, a delegação agradeceu a hospitalidade concedida pela Câmara e, em seguida, os dois lados realizaram uma breve reunião de trabalho.

Fabio Hu , presidente da Câmara, apresentou à delegação o desenvolvimento econômico e social do Brasil, e apresentou também a situação atual dos imigrantes chineses que e vivem no Brasil, ele ressaltou a importancia da Câmara em promover relações econômicas e comerciais internacionais entre a China e o Brasil, especialmente na realização de Empresários Brasileiros o papel desempenhado pela cooperação. Hu Zhongwei diz que o presidente do acompanha a situação econômica e social brasileiro de perto, a Câmara possui estreita relação com todos os níveis políticos e conhece bem as medidas para atrair investidores estrangeiros ao Brasil, e a Câmara tem sido bem sucedida para atrair um número significativo de empresários Brasileiros para construir uma plataforma para a cooperação econômica com a China.

A chefe da delegação, Huang Ying, também fez um discurso apresentando o atual desenvolvimento econômico e comercial na província de Anhui. Ela esperava que a visita ao Brasil pode estreitar laços com os compatriotas chineses no exterior, e vigorosamente ajudar a promover e divulgar a província de Anhui, que está disposto a promover no Brasil o intercâmbio ea cooperação na área da cultura económica, comercial.

Após a reunião, a chefe da delegação, Huang Ying e Hu Zhongwei, da Câmara de assinaram um acordo de amizade.
Participaram da assinatura do Acordo, o presidente honorário da Câmara de Comércio Internacional para o Desenvolvimento Genival Ignácio da Silva (irmão do ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva), juiz estadual do Estado de São Paulo, Sr. Pedro Luiz Guirre Menin, empresários famosos como Fauzi Hamuche, um dos advogados do grupo de advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Everaldo Pires, secretário-geral da Câmara Frank Sun, e entre outros dirigentes.

Os membros da delegação são: Ningbo, Zhao Ming, ChenDaofang, ShiXuelong, sendo que três deles são dirigentes importantes do gabinete dos assuntos dos Imigrantes no Exterior da província de Anhui.
À noite, Câmara de Comércio de São Paulo convidou a delegação para um jantar de confraternização na churrascaria Novilho de Prata, durante o qual Huang Ying, a chefe da delegação, entregou um presente ao presidente da Câmara.

porCCDIBC

A delegação de Xiamen assina um acordo com a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China

No dia 22 de abril, A delegação da cidade de Xiamen visitou a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China, o vice-presidente da Câmara Li Junhui recebeu calorosamente os membros da delegação. Os dois lados fizeram uma breve reunião, o distrito Jimei, da cidade de Xiamen e o escritório dos Assuntos de Imigrantes Chineses no Mundo de Xiamenassinaram um acordo de cooperação com a escola bilíngui Dexin com sede baseada no Brasil.

Ao meio-diado 22 de abril , a delegação de Xiamen chefiado pelo vice-diretor HeQingqiu chegou à Câmara de Comércio. Sob os auspícios do Secretário-Geral da Câmara de Comércio, Frank Shizheng, os dois lados realizaram uma breve reunião de apresentação.

Primeiro Vice-Presidente da Câmara de Comércio, o senhor Li Junhui fez uma breve apresentação sobre os objectivos e trabalhos da Câmara de Comércio, ele ressaltou que a Câmara de Comércio possui ex-presidente brasileiro Lula como como presidente honorário, além disso, a Câmara tem um grande número de políticos e empresários brasileiros como um consultores e diretores, promovendo assim os intercâmbios econômicos e comerciais bilaterais e contatos para ajudar os empresários de ambos os países a trabalhar juntos para alcançar benefícios e objetivos mútuos.

Li Junhui informouà delegação a situação econômica atual do Brasil, ele ressaltou que a China é um país que possui uma forte recursos técnicos e de capitais, o Brasil é um país grande em termos territoriais e possui riquezas e recursos naturais exuberantes, há uma forte complementaridade entre os dois países, o espaço para o futura cooperação e desenvolvimento ainda são amplos.

Li Junhui também diz que, devido ao presidente Hu Zhongwei que estar em Brasília para trabalhar em colaboração com os departamentos do governo federal, não recebeu pessoalmente delegação de Xiamen, indicou ele para assinar um acordo de cooperação com a delegação, ele espera continuar a reforçar as relações de amizade e cooperação bilateral no futuro.

O chefe da delegação, A Qinqiu apresentou brevemente a situação atual da cidade de Xiamen, ele diz que Xiamen é um dos primeiros quatro zonas econômicas especiais da China. Desde a Reforma e a abertura China, há 30 anos atrás, a cidade de Xiamen cresce mais de 17% anualmente, o que levou uma tremenda transformação da cidade. O PIB da cidade de Xiamenultrapassou 300 bilhões de yuans no ano passado, a receita chegou a 84 bilhões de yuans. Xiamen está situada próxima a Taiwan, e possui um excelente porto livre de gelo natural e é um ponto estratégico de transporte terrestre e aéreo, a boa localização de Xiamen atrai um grande número de empresas de Taiwan e do exterior. Centenas das 500 maiores empresas investiram em Xiamen. Xiamen tem clima agradável, belas paisagens, é uma estância turística, Heqing Qiu, vice-diretor dos empresários chineses deu boas-vindas aos brasileiros e chineses no exterior para investir em Xiamen, ou mesmo fazer turismo.

Primeiro Vice-Presidente da Câmara Li Junhui,em nome da Câmara de Comércio Internacional e Desenvolvimento, assinou com Distrito Jimei da cidade de Xiamen, um acordo de cooperação. WeiWangu, em nome da Associação Geral de Mingnan assinou um acordo de cooperação entre a associção, a escola bilíngui Dexin no Brasil e a cidade de Xiamen um acordo para organizar acampamento de verão na cidade de Xiamen para os descendentes chineses.

Posteriormente, os dois lados trocaram presentes e posaram para fotos. Após a visita, a delegaçãttambém visitou a Loja que vende pedras semi-preciosas do Sr. Li Junhui, ao meio-dia, o senhor Li Junhui a delegação de Xiamen para um restaurante para saborear a comida brasileira por quilo.

porCCDIBC

A CCDIBC participa da festa organizada pela Associação Internacional da Polícia no Brasil (IPA)

A convite da Associação Internacional de Polícia no Brasil, o presidente da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China, Sr. Fabio Hu e os dirigentes da Câmara compareceram no dia 23 de abril em Brasília para comemorar o 51 aniversário da Associação Internacional de Polícia no Brasil.

A celebração da noite foi realizada no salão do espaço da corte, entre os presentes, estavam os representantes dos departamentos de policiais federais, líderes políticos do Brasil, presidente da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China, e o vice-presidente da Câmara chefiada pela Sra. Liu Pei.

Durante a celebração, a Associação Internacional de Polícia entregou medalhas comemorativas aos líderes presentes na comemoração para demonstrar o agradecimento do seus contínuos apoios à Associação Internacional de Polícia. Durante a cerimõnia de comemoração, os dirigentes da Câmara de Comércio tiveram reunidos com os empresários brasileiros e dos outros países da América do Sul no intuito de atrair investimentos chineses para o Brasil e para a América Latina.

porCCDIBC

A CCDIBC escreve um novo capítulo para atrair mais recursos e investimentos internacionais para o Paraguai

Após a posse do presidente do Paraguai, a Câmara de Comércio de desenvolvimento do Internacional, liderado pelo então presidente Hu Zhongwei abriu um novo capítulo no quesito de atrair mais recusos e investimentos internacionais para o Paraguai.
O investidor brasileiro de ascendência chinesa, Sr. Claudio Chen comprou no Paraguai um total de 400 mil hectares de terreno para a construção das fábricas, a corrente de investimento possui a primeira fase de US $ 60 milhões na construção de uma fábrica num terrono de 30.000 hectares, para a produção de brinquedos e outros produtos , durante o dia da inauguração no 9 de maio , o presidente da Câmara de Comércio Fabio Hu visitou o lugar que será erguida a futura fábrica e participou das comemorações junto com as autoridades locais.

Participaram das celebrações, os vice-presidentes executivos da Câmara Ye Kang Miao, Ye Kangxiong, advogado Dr.Ivelson, altos funcionários e governadores dos governos do sul do Brasil, o chefe de polícia central Paraguaio, juízes, presidente do Paraguai Horácio, o ministro de negócioparaguaio , prefeito da Ciudaddel Este, e um total de cem pessoas compareceram à cerimônia de inauguração. Sr. Fabio Hu contribuir mais mais uma vez para a prosperação e o desenvolvimento do Paraguai.

porCCDIBC

CCDIBC assina o tratado de Cooperação para o desenvolvimento de pesca internacional com a província de Fujian

No dia 28 de maio de 2014, após participar da inauguração do escritório de representação na província de Fujian, a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China assinou um tratado de cooperação para desenvolver a pesca internacional com a associação da pesca oceânica da província de Fujian, hoje o presidente da Câmara é o representante do Ministério da Pesca do Brasil e participa das negociações entre os dois países no âmbito de pesca internacional.] A província de Fujian vem se esforçando para atingir a meta nacional de pesca em alto mar. Por isso, a chegada do presidente Fabio Hu despertou o grante interesse dos dirigentes da Associação da Pesca Oceânica da Província. Participaram da cerimônia os vários Presidente Honorários,: Fangshun Qin, vice-diretor do Departamento de Pesca Marinha da província de Fujian, Presidente da Associação de Pesca Oceânica da Província de Fujian: Ze Luan, Lianjiang, Zhang Li, Secretário-Geral da Pesca Oceânica: Wu Linzhu; Secretário-geral adjunto: Ou Libin, Director: Li Miaomiao.

Durante a reunião, o diretor do Departamento de Pesca Marinha de Fujian Wu Nanxiang acompanhou de perto as negociações entre a Câmara e o Departamento de Pesca Oceânica.

A fim de melhor promover o desenvolvimento dos recursos marinhos no Brasil, acelerar a promoção de intercâmbios amistosos com a província de Fujian com a ajuda da Copa do Mundo, Fórum BRICs, pré-Jogos Olímpicos estão atuando como uma grande oportunidade para ampliar a cooperação. A associação de Pesca Oceânica e a Câmara de Comércio assinaram um tratado ” Um acordo de cooperação internacional para o desenvolvimento estratégico da pesca marítima da Associação de Pesca Oceânica da Província de Fujian e a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China .” Entre eles, a Câmara de Comércio de Desenvolvimento apresentou ao Ministério da Pesca do Brasil 300 a 500 autorizações para permitir os barcos chineses a pescarem no território brasileiro, a China quer investir US $ 2 bilhões no Brasil, divididos entre 3 a 5 anos para concluir instalações de apoio às pescas no norte do Brasil, bases da pesca sul, centro e criação de centro de armazenamento e transporte dos pescados, no intuito de promover o emprego e desenvolvimento econômico no Brasil.