Investimento em infraestrutura elétrica injeta dinâmica à iniciativa de “Um Cinturão e Uma Rota”

porCCDIBC

Investimento em infraestrutura elétrica injeta dinâmica à iniciativa de “Um Cinturão e Uma Rota”

O presidente da corporação da China State Grid, Shu Yinbiao, disse nesta quinta-feira (15) que o investimento em infraestrutura elétrica se tornou uma das áreas mais ativas para a construção de “Um Cinturão e Uma Rota”, e que a cooperação no setor terá uma expectativa ampla. A afirmação foi feita em uma “passagem de entrevista”, durante a primeira sessão do 13º Comitê Nacional da Conferência Consultiva do Povo Chinês (CCPPCh).

Segundo Shu Yinbiao, o investimento global previsto para a energia renovável alcançará US$ 2,6 trilhões, até 2025, mas ainda existe um bilhão de pessoas no mundo sem acesso à eletricidade. Com o desenvolvimento inovador do setor, a China tem vantagens visíveis e forte competitividade internacional nas áreas técnica e administrativa. São pontos que contribuem a favor da transformação energética e da solução da carência de eletricidade no mundo.

Shu Yinbiao lembrou que, até o momento, a State Grid investiu US$ 65 bilhões na operação da principal rede energética de sete países e regiões. O valor de contrato dos projetos no exterior da empresa acumula US$ 40 bilhões, impulsionando a exportação de equipamentos chineses a mais de 80 países e regiões. Ele ressaltou que é mais importante colocar em prática o conceito de “comunidade de destino comum da humanidade” para todos os projetos, persistir na operação com mercantilização, localização e de longo prazo. Dessa forma, o desenvolvimento econômico e a vida da população são beneficiados, assim como o ganho mútuo é concretizado.

Tradução: Virgília Han

Revisão: Diego Goulart

Fonte: http://portuguese.cri.cn/news/china/407/20180315/103400.html

Sobre o Autor

CCDIBC administrator

Deixe uma resposta