Shanghai sediará em 2018 Primeira Feira Internacional de Importação da China

porCCDIBC

Shanghai sediará em 2018 Primeira Feira Internacional de Importação da China

O Gabinete de Informações do Conselho do Estado da China informou nesta quinta-feira (2) que a primeira edição da Feira Internacional de Importação da China será realizada em Shanghai. O evento está programado para ocorrer entre os dias 5 e 10 de novembro de 2018. Empresas de mais de 100 países e regiões devem participar do evento, segundo as informações divulgadas durante uma entrevista coletiva.

A notícia havia sido anunciada pelo presidente chinês, Xi Jinping, no Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional. O representante de comércio internacional e vice-ministro do Comércio da China, Fu Ziying, afirmou na entrevista coletiva que a área total de exposição terá mais de 240 mil metros quadrados. Ela incluirá exposição integral de investimento comercial nacional e exposição de comércio empresarial.

“A exposição integral de investimento comercial nacional visa fornecer uma plataforma cooperativa de forma aberta, para que os países de distintos níveis de desenvolvimento possam ampliar as suas influências e aprofundar as cooperações comerciais internacionais. Convidaremos os países a apresentar suas posições no círculo de investimento comercial, envolvendo transações de commodities, de serviços, a situação da indústria, o turismo e os produtos típicos de diferentes países.”

Além disso, a Feira vai priorizar a exportação dos produtos dos países em desenvolvimento e aqueles menos desenvolvidos, levando os seus produtos a entrarem no mercado chinês. O vice-ministro do Comércio, Wang Bingnan, afirmou que a China reduzirá as taxas de participação da Feira para apoiar os países em desenvolvimento e menos desenvolvidos. Ao mesmo tempo, compartilhará oportunidades do mercado com eles para concretizar o crescimento comum.

“A China é um grande mercado, onde 1,3 bilhão de pessoas desejam uma vida melhor, produtos de boa qualidade, e uma oferta de serviço cada vez mais ampla e abundante. Através desta plataforma cooperativa internacional da Feira, convidamos os países em desenvolvimento e menos desenvolvidos a organizar as suas empresas e participar do evento. Assim, podemos compartilhar com eles grandes oportunidades comerciais do mercado chinês, reforçando as cooperações entre eles e outros países, a fim de realizar um desenvolvimento com benefícios mútuos.”

Desde o planejamento da Feira, o Ministério do Comércio e o governo da cidade de Shanghai detalharam os planos de implementação. Eles se fundamentaram no modelo de sucesso da Feira de Cantão, e estabeleceram uma organização executiva. A China já enviou convites para que mais de 200 parceiros comerciais participem da Feira.

Ao falar sobre o próximo passo do trabalho, o representante de comércio internacional e vice-ministro do Comércio da China, Fu Ziying, afirmou que a organização irá aplicar todos os esforços nos preparativos, acelerar a promoção de atrair expositores, estimular negociações e fóruns. Assim, disse ele, será possível assegurar a concretização a tempo e o sucesso da Feira.

Tradução: Luana Xing

Revisão: Rafael Fontana

Sobre o Autor

CCDIBC administrator

Deixe uma resposta